5 de setembro de 2011

Procura-se Grávida Confusa e Vulnerável (1)


Chamo a atenção para um artigo do Daily Mail, escrito por uma jornalista que assumiu o papel de uma grávida de 26 anos, “confusa e vulnerável”, em busca de aconselhamento médico e psicológico, e que apresenta conclusões no mínimo aterradoras.

A primeira observação indica que o aconselhamento às grávidas nas duas principais clínicas abortadeiras de Londres é, pasme-se!, providenciado por quem é efectivamente pago por cada aborto feito nessas mesmas clínicas. Belíssimo sentido de isenção!

Fica depois a saber-se que o estado não considera sequer necessário, e por isso não o impõe, que quem esteja responsável pelo aconselhamento tenha tido qualquer tipo de formação para o efeito. Ora isto não lembra aplicar-se nem a uma clínica dentária... num país onde até as cabeleireiras precisam de certificação…!

O aconselhamento, que deveria em teoria abster-se de promover a tomada de decisão, num ou noutro sentido, acaba por fazer na maioria dos casos exactamente o contrário: não só incita ao aborto, mas fá-lo por vezes de forma absolutamente ridícula e infantil. O que dizer dos valiosíssimos conselhos da ‘funcionária’ que tem a dizer à grávida que “abortar vai contra a nossa natureza, mas todos os dias fazemos coisas que vão contra a nossa natureza…”? Ou um deveras encorajador “tu queres o que tu queres… mas será que vale a pena teres uma criança só por não quereres lidar com um bocadinho de culpa?”…?!

E quando a maior preocupação é que a mulher grávida não tenha falado da gravidez ao namorado, já que isso poderá representar um enorme perigo para a relação: “se abortares sem lho dizer… poderás ficar resentida com ele por algo sobre o qual ele nada saberá”. Explica-nos a jornalista que foi esta a questão emocional maior que lhe foi insistentemente apresentada como consequência da sua ‘inconveniente situação’.

Que se lixe! Já que é e graça, deixo então, também eu, um conselho genuíno a todas as grávidas, inglesas, confusas e vulneráveis que nos lêem: aconselhamento destes oferece-se à dúzia, de segunda a sexta, num Strawberries with Sugar, numa TVI perto de si!

Bravo.

Bravo.

Bravo.

Bravo.

Bravo.

Mundo.

Novo.

(Imagem convenientemente usurpada do blog Teenage point of view)

Sem comentários:

Enviar um comentário